segunda-feira, 30 de março de 2009

A educação das moças

Deixemos os rapazes a treinarem as virtudes da caça e dediquemo-nos à educação das moças.

"O despertar nas raparigas da devoção ao serviço social, o gosto pela vida doméstica e o amor pela pátria:As actividades de benemerência, como o fabrico de enxovais para serem entregues a mães pobres, o trabalho em cantinas escolares, campos de férias, lares para estudantes e bibliotecas

"A mulher deve adquirir apenas a educação necessária, transmitida preferencialmente pelo seu marido, adequada à sua função de doméstica e mãe. Educação condensada com objectivos bem definidos, promover o desenvolvimento da mulher sem a adulterar, de forma que se mantenha como a natural mensageira do amor."

Tivessem estes ensinamentos perdurado no tempo e não era necessário, neste momento, confrontarmo-nos, no dia a dia das instituições dedicadas ao ensino, com uma total falta de regras, valores e moral.
Urge, portanto, continuar a investir no ensino da esgrima e nas caçadas, para os rapazes e, nos lavores e economia doméstica para as raparigas.
As docentes titulares ministrarão este ensino pela sua superioridade moral e intelectual.
Com estes ensinamentos a discussão acerca do preservativo não teria sequer qualquer relevância.

11 comentários:

Anónimo disse...

Maria Estrela você é notável. Tanta estupidez por centímetro cúbico desse seu cérebro (?).
Continue...bem que poderá fazer parte duma das turmas da vossa escola de anormais que Sois!

Passai bem!

Anónimo disse...

Cá pela minha parte divirto-me à fartazana... Posso aceder sem ser titular?
Depois não utilizarei termos como fartazana...

Grão-Titular disse...

A inveja é uma coisa muito feia...

Afonso Henriques disse...

Andei eu à bofetada à minha mãe para isto!

reb disse...

Exma sra. Doutora Titular Maria Estrela,
li com atenção o seu texto e subscrevo integralmente as suas ideias que, embora consideradas por alguns não-titulares como conservadoras, só poderão trazer frutos qdo a Educação deste país estiver, de facto, nas mãos destes sábios Titulares.

Tenho apenas um reparo a fazer: há um erro ortográfico que deve ser, de imediato, corrigido. Seguramente foi gralha mas ainda assim passo a mencioná-lo:

Onde se lê "confrontar-mo-nos" deverá ler-se "confrontarmo-nos"

As minhas respeitosas saudações.

Grão-Titular disse...

reb é Titular?

Grão-Titular disse...

Além disso, não vislumbro tal erro em qualquer lugar... Terá feito confusão?

Maria Estrela disse...

Reb
Felicito-a/o por assumir o conservadorismo das nossas titulares ideias como uma mais valia para a educação do nosso país.
Está no bom caminho.
As conservas nacionais alimentam muitos portugueses.

Anónimo disse...

E o vinho também.
Viva este blog lamentável!

Grão-Titular disse...

Ó Anónimo das 17.17 o assunto do vinho já foi tratado:
http://ordemdostitulares.blogspot.com/2009/03/alimentacao-saudavel.html

Anónimo disse...

você mais se parece com um grão(zinho) de titular!