quinta-feira, 12 de março de 2009

A nossa geração é feliz

A nossa geração é feliz porque em todo o mundo processa-se, actualmente, uma vaga de progresso sob o ponto de vista da educação sexual. Publicam-se livros, fundam-se sociedades, a Igreja toma posição favorável, médicos e educadores lançam-se à tarefa.
Há ainda muita obscuridade, muita confusão, porque certos pais comodistas querem transferir o ónus da Educação sexual de seus filhos aos professores, aos médicos, aos sacerdotes no confessionário, às enfermeiras.
A Educação sexual dos filhos compete aos pais. É matéria bastante simples, simples como tudo o que é natural, simples como a verdade. E é absolutamente necessária.

11 comentários:

Flor disse...

Sou Titular e não me identifico com este blogue.
Por isso meus senhores, isto não é um blogue de e para titulares. Será bom que pelo menos comecem a colocar ordem na casa... É um blogue de alguns que julgam que o seu umbigo é único.
Valha-nos Deus....

Grão-Titular disse...

Saiba que esta Ordem não tem a admissão franqueada a todos... como tudo o que respeita a Titulares, não entra quem quer, só entra quem pode.

In temp oral disse...

Brincam tanto com computadores que até se esquecem da função de alguns órgãos.
Depois cá estão os Titulares para lhes explicar essas coisas!

Grão-Titular disse...

O que diga-se de passagem faremos com facilidade, é só mandar os outros fazê-lo. Como vê é simples...
Esperamos para dentro em breve um artigo do Dr. Duarte da Veiga sobre o onanismo.

Anónimo disse...

Cada vez vos acho mais piada!
Há gente que ainda não reparou no "humor da coisa".

Titular da Casa Branca

Grão-Titular disse...

O humor faz parte da vida. Nós não somos contra o humor, desde que seja fora da Escola.

Anónimo disse...

Tropecei agora nesta Ordem ...
Parabéns ao Grão-Titular e Dr. Duarte da Veiga pela suprema finura da escrita e das ideias. Do formato, da coerência, do material brilhante que me põem assim, de borla, ao dispor, para utilizar nas minhas próximas aulas cujo tema se tem centrado no Portugal do Estado Novo.
Fico curiosa quanto à manutenção do nível do desafio a que se propõem... E contente por ver que ainda há escribas no banco!
Esta Ordem promete... :-)
Mas desculpem-me a ousadia: aquela pequena vírgula antes de "médicos" - "..., aos professores, aos, médicos,..." - foi lapso ou intencional?
Lamentando profundamente não poder entrar nesta Ordem, subscrevo-me respeitosamente.

Titular de conta na UBS.

Grão-Titular disse...

Foi lapso, assim como o facto de professores aparecer repetido.

Anónimo disse...

Você não comete lapsos. Você é o LAPSO!

Grão-Titular disse...

A Inveja é um sentimento feio...

Anónimo disse...

ihihihihihihihihih